Menu Fechar

Acampar com crianças

O maior “problema” de acampar com as crianças é o medo/receio que normalmente os pais sentem! 

Se já costumavam acampar antes de serem pais, é só descontrair e colocar mais algumas coisas na mala para além daquelas que já levavam e está tudo pronto para um fds ou umas férias fantásticas. Se não é algo que já fizessem e querem ir com os miúdos para experimentar, têm de interiorizar alguns aspectos, e para isso ajuda falar com alguém que já costuma fazê-lo ou então lerem experiências de outras pessoas, para saberem a teoria do que vos espera e irem à aventura 😉

Acampar é passar tempo de qualidade com os miúdos e com a natureza, é estarmos ali para eles, é puxar pela nossa imaginação e criatividade para brincadeiras diferentes, é suscitar neles alguns interesses que nos dias de hoje acho que ficam um pouco esquecidos na correria do dia-a-dia e no mundo das tecnologias! É contar estrelas e aprender sobre as constelações, é contar histórias para dormir a ouvir a chuva lá fora, é sentir o cheiro do campo logo pela manhã e contar borboletas enquanto tomamos o pequeno-almoço, é ser livre, é ser criança por inteiro, sem quatro paredes, é poder correr, sujar-se, sentir a natureza!

Como sabem fazemos muito campismo selvagem, mas sei que a maioria de vós devem acampar em parques de campismo e a primeira experiência para quem nunca acampou deve ser em parque de campismo, por isso vou tentar elaborar uma lista de material base para um acampamento com crianças em parque de campismo 😉

Só precisam de:

  • Tenda (levar martelo e estacas)
  • Sacos cama ou edredons e lençóis (almofadas se quiserem)
  • Esteiras ou colchão de ar (não se esqueçam da bomba na segunda opção)
  • Fogão e loiças (fazer comida no campismo é sempre giro para os miúdos para perceberem que tudo se pode fazer fora de casa)
  • Fósforos ou isqueiro
  • Mesa e bancos (também podem comer em toalhas no chão 😊)
  • Arca para colocar algumas coisas frescas (normalmente os parques de campismo têm supermercado perto e podem comprar e consumir logo mas se pretenderem conservar algo podem comprar sacos de gelo ou congelar água em garrafas de 1,5l e ajuda a manter o fresco durante algum tempo)
  • Lanternas
  • Estojo de primeiros socorros
  • Repelente e alguns medicamentos base para a febre e picadas de insectos por exemplo
  • Rolo de papel higiénico (os WC às vezes não têm)
  • Toalhitas (dá sempre jeito para qualquer imprevisto)
  • Chinelos para o banho
  • Toalhas e utensílios de higiene
  • Roupa adequada à estação e confortável (no inverno levo sempre gorros para colocar durante a noite quando está muito frio, e mesmo no verão, um casaco faz sempre falta porque as noites na natureza ficam sempre mais frescas)
  • Detergente da loiça (amigo do ambiente de preferência), esponja para lavar e alguidar para escorrer e transportar entre o local de lavagem e a tenda também ajuda mas não é obrigatório claro
  • Um livro, um ou dois brinquedos, um puzzle e o resto eles vão querer explorar e brincar com o meio envolvente 😍

 

É sempre mais agradável acampar no verão, e há parques de campismo bons em Portugal e perto da praia, que para os miúdos é óptimo! Durante o dia podem optar por fazer praia, ficar a brincar no parque se tiver diversões, ir passear a locais perto, andar de bicicleta, etc! O mais entusiasmante para as crianças no campismo é a noite, o facto de dormirem fora das suas camas, poderem fechar a tenda e ficar a ouvir o som dos animais lá fora, ou do barulho das ondas se estiverem perto, é saberem que não estão dentro de 4 paredes, para os miúdos tudo isto é fascinante! 

Algumas dicas úteis:

  • Ir ao WC antes de ir dormir para evitar que seja necessário a meio da noite; 
  • Levar para dentro da tenda durante a noite umas bolachinhas e água, caso os miúdos acordem e tenham fome ou sede; 
  • Ter a lanterna sempre por perto a meio da noite se for necessário; 
  • Levar uma lona/passadeira para meter à porta da tenda para deixar sapatos e outras coisas que possam ficar na rua e assim ganhar espaço dentro da tenda; 
  • Levar calçado confortável para poder passear e brincar à vontade;
  • Levar mudas de roupa suficientes para os miúdos se poderem sujar à vontade;
  • Se forem crianças de fralda levar fraldas e toalhitas para dentro da tenda à noite para mudar se necessário;
  • Se forem crianças que bebam biberon durante a noite podem aquecer o leite antes de dormir, colocar num termo e levar para dentro da tenda para na hora de dar não terem de sair e perder tempo a preparar.
 
 

 

Em relação à alimentação, no campismo é melhor fazer comidas mais práticas, mas não é necessário comer atum todos os dias! Quando é só fds, costumamos fazer algo em casa, no forno (um frango, um rolo, salmão, etc) e depois vamos tirando e aquecendo para cada refeição. Nas férias grandes fazemos guisados de carne, peixe ou legumes, com massa, esparguete ou cus-cus. Cozemos ovos para ir tendo, é sempre boa fonte de proteína, temos sempre muita fruta, pão, queijo, doce ou marmelada. Os almoços fazemos algo mais leve, saladas, sandes, warps, e ao jantar uma refeição “mais composta”.  

Enquanto escrevia este artigo estava super entusiasmada, é algo que gosto mesmo e que fazemos bastante. Revi imensas vezes a lista do material para ver se não faltava nada, pensei em dicas importantes para quem não está habituado ou para quem nunca fez e depois apercebi-me que o post estava carregado de amor porque tem a opinião de alguém que faz, que gosta, que lhe faz sentido e que vive esta experiência e observa nos seus filhos os benefícios que ela lhes dá! Mas para quem está de fora será isso suficiente para influenciar e despertar o gosto pelo campismo com crianças? Então decidi pedir ajuda a uma psicóloga infantil, falei-lhe da minha opinião e que gostava de sustentá-la com conhecimento científico se possível! E prontamente ela disponibilizou-se a colaborar e aqui está o resultado da pesquisa dela.

“O contacto com a natureza, muitas vezes perdido ou desvalorizado pela sociedade contemporânea, tem inúmeros benefícios físicos, cognitivos, sociais e emocionais para as crianças (e não só). Os estudos indicam que as crianças que têm contacto regular com a natureza tendem a ser menos stressadas, mais saudáveis, mais criativas e demonstram melhor capacidade de concentração.
O campismo livre, ao permitir uma relação próxima com os diversos elementos da natureza, é o “palco” perfeito para as crianças observarem, explorarem e experimentarem. É-lhes permitido aprenderem a contemplar e a usufruir daquilo que a mundo natural tem para oferecer. Aqui há tempo para ficarem em harmonia com a natureza. É dado espaço para se consciencializarem da importância de conservar, respeitar e fazer um uso sustentável dos recursos naturais, ficando mais aptos a desenvolverem comportamentos pró-ambientais. Neste contexto podem sentir-se mais calmas e livres, porque as rotinas ficam simplificadas, o relógio por vezes parece que pára e os adultos reduzem a necessidade de controlo. Ao tocarem na terra, nas plantas ou nos bichinhos deparam-se com todo um mundo de curiosidades e sensações, o que pode ser tão ou mais apelativo que um ecrã. Os sentidos de uma criança em contacto com a natureza ficam potenciados, porque são inúmeros os sons, os cheiros e as texturas, sem esquecer a panóplia de cores e movimentos que acontecem à frente dos seus olhos. Tanta informação sensorial que os sistemas neurológicos agradecem! Afastam-se do tédio e do sedentarismo que a vivência nos meios urbanos e o ritmo de vida dos adultos as obriga. Aqui estão a salvo dos problemas de mobilidade e segurança, que tantas vezes levam os pais a condicionarem a ação dos filhos. Ganham consciência espacial e corporal. Desenvolvem as suas competências motoras quando correm, saltam, trepam, rastejam, escorregam, nadam, mexem, cavam, lançam… sem que os pais estejam preocupados que podem sujar ou estragar a roupa. No campismo muitas coisas tornam-se acessórias e dispensáveis, mas sem que isso represente não ter conforto e higiene. A noção de dia e de noite é mais clara, ajudando-as a desenvolverem a percepção temporal. Aqui está o ambiente perfeito para ganharem imunidade, no contacto com elementos como a água, a terra e os animais. Surge mais uma oportunidade, a de se tornarem mais criativas, pela diversidade de brincadeiras ou atividades à disposição. No contacto com a natureza dão largas a algo que é fascinante na infância, a capacidade de imaginar e simbolizar. Ainda do ponto de vista cognitivo, aqui o abstrato revela-se concreto. Quando contemplam a atividade de uma formiga, de uma minhoca, de um pássaro, de um peixe… ficam mais atentas. O campismo configura-se um laboratório social com um potencial incrível… Parece haver uma combinação perfeita entre acampar e tempo de qualidade pais-filhos. O prazer que retiram da partilha de experiências e descobertas na exploração dos vários elementos da natureza! Ao partilharem o mesmo espaço por um tempo prolongado, sem que cada elemento da família fique isolado numa divisão ou com os olhos postos num ecrã, aprendem regras de convivência e desenvolvem competências de entreajuda. O espaço de uma tenda proporciona a intimidade e a relação de confiança entre pais e filhos. Por ser diferente da rotina do quotidiano e imbuídas do espírito comunitário, as crianças sentem-se mais motivadas para colaborar nas tarefas, por acharem  que é divertido ajudar na montagem da tenda, na preparação das refeições e no simples ato de lavar a loiça num alguidar. O banho ao ar livre ganha todo um encanto que não há resistência que sobreviva. Movidas pela curiosidade, avançam de forma autónoma e ganham confiança nas suas capacidades, ficando melhor preparadas para enfrentarem os medos e as separações normativas na infância.
Acampar na natureza pode ter um impacto positivo no desenvolvimento psicomotor das crianças e nas relações que estabelecem.”

Desde já, obrigada Joana Raposo pela colaboração! Para mim foi importante ter esta visão mais científica da questão e para quem me lê espero que tenha ficado agradado pela positiva e tenha ficado elucidado quanto aos benefícios que esta actividade tão simples pode ter nas crianças! 

Mais alguma dúvida que tenham é só perguntar, terei todo o gosto em ajudar!

Desfrutem muito da natureza e do campismo com os vossos filhos, sobrinhos, afilhados, todas as crianças que quiserem levar a experienciar o campismo 😉😊

Deixar uma resposta