Menu Fechar

Passeio de Carnaval

Aproveitando o fds prolongado, fomos passear até ao país vizinho. O Mário estava desejante de neve, queria “apresentar a Madalena à neve” dizia ele, mas o tempo não lhe fez a vontade. Por isso tivemos de arranjar outro destino, e fomos até às Serras de Gredos e Béjar.

É uma zona que no verão é muito quente e pode até estar interdita por causa dos incêndios, por isso esta altura e a primavera são as melhores para a visitar.

Para não nos preocuparmos com a alimentação, levámos sopa para a Madalena para os 4 dias, e para nós fizemos comida no forno, e assim à noite era só aquecer. E depois, pão, queijo, doce, atum, grão, cus cus, iogurtes, fruta e uma bolachas dá para orientar almoços e lanches.

Estava fresquinho para aquelas bandas, o aquecedor foi mesmo um grande aliado na primeira noite. Aquece super rápido o ambiente e ajuda muito para estarmos mais confortáveis, Usamo-lo sempre com o detector de CO2 por perto.

Pessoalmente gostei mais do percurso do 3º dia, já na Serra de Gredos, com paisagens de “perder de vista” e com a neve a espreitar nos picos da Serra.

Como estávamos perto fomos visitar Salamanca, optámos por ir no 2º dia uma vez que as previsões meteorológicas davam agravamento do tempo. Temos um filhote que gosta bastante de andar, por isso deu para darmos uma voltinha pelo centro da cidade, visitar a catedral, procurar a rã na parede da universidade (é uma lenda da cidade que diz que os estudantes para terem sucesso nos estudos têm de encontrar a rã eh eh), visitar a biblioteca e a Plaza Mayor.

Os passeios de inverno são um pouco “mais difíceis” para quem tem miúdos. Quando chove ou está muito frio lá fora, as paragens e tirá-los do carro é sempre mais complicado. A Madalena está numa fase em que só quer chão, começou a gatinhar há uns dias e por isso nas paragens tentavamos encontrar locais com menos vento para esticar a manta para ela brincar um bocadinho. O Miguel já está mais crescido é mais fácil, basta vestir um casaco quente, colocar um gorro e dar-lhe a bicicleta que ele fica entretido durante o tempo que for preciso.

A primeira noite era para ser em parque de campismo, a segunda tentámos encontrar um local para campismo selvagem mas sem efeito. Com a Madalena a acordar algumas vezes durante a noite e a choramingar não quero arriscar ficar mum local +/- seguro, por isso estou mais exigente nesse aspecto. A terceira não foi preciso pensar porque pedi ao Mário para regressar mais cedo, não sei se acreditam no instinto de mãe, mas… não estava confortável com algo e o que é certo é que quando chegámos e despi o Miguel para tomar banho lá estavam umas 4/5 bosbulhas na barriguita dele, a varicela chegou cá a casa :/ Ainda bem que voltámos, ele hoje acordou com mais borbulhas e está com alguma comichão, já fui comprar a medicação e já está mais aliviado.

Soube muito bem, deu para desanuviar a cabeça, sair da rotina, recarregar energias e os miúdos respirarem ar puro =)

7 Comments

  1. Pingback: Gredos 2019 – Filmusimage

  2. OuT There Overland

    Excelente. Por alguma razão que desconheço tenho sempre tendência em rumar à Andaluzia… Conseguiste aguçar-me a curiosidade para subir um pouco mais a Norte. Fiquei intrigado com o vosso aquecedor! É a gaz?

    • mamaoverlander

      Nós tínhamos feito há uns anos um percurso pela Serra de Gata, e tínhamos gostado muito. Então aproveitámos uns dias e resolvemos continuar o percurso um pouco mais para leste! A Andulizia conhecemos pouco, temos de trocar 😉
      O nosso aquecedor é a gás sim (Mr. Heater é o nome). É bastante seguro, tem imensas proteções/seguranças e nós usamo-lo sempre com um detector de CO2 ao lado. Foi uma boa aquisição!

Deixar uma resposta